quinta-feira, agosto 28, 2008

Tenho medo da Massimo Dutti!


Poucas coisas me intimidam mais que vendedoras de lojas de roupa cara.

Dou-vos o exemplo da Massimo Dutti (mas qualquer loja com a roupa decentemente arrumadinha é de desconfiar):

Mal entramos somos gentilmente cumprimentados e todos os vendedores se colocam à nossa disposição. Apesar de todos gostarmos de ser bem tratados, torna-se algo constrangedor receber tanta atenção só para ir ver uns preços... Logo aqui sinto culpado por fazer com que as senhoras e os senhores trabalhem em vão e por causa desse sentimento de culpa muita gente sente-se compelida a comprar algo só por causa da "chatice". O problema é que mesmo sem clientes nenhuns parece que estamos a fazer com que os vendedores percam tempo precioso. Sim! Porque estar de plantão à porta e conseguir não adormecer é tempo precioso! É chato...

Mas o pior nem é isto.

O pior mesmo é que os vendedores e vendedoras de lojas caras têm sempre um aspecto muito mais "cool" que nós, eu nos leva a pensar que estão num nível de compreensão estilística superior ao nosso. Afinal, eles trabalham com roupa todos os dias.
O que nos leva até ao "olhar"....
Aquele olhar que nos segue pela loja e nos vai lançando sorrisos tem uma forte componente de julgamento silencioso que nos faz sentir como aqueles bebés que vão tentando enfiar as formas certas nos buracos certos e vão olhando para o olhar dos pais para ver se estão a fazer merda ou não à medida que aproximam determinada forma de qualquer buraco. Nós fazemos o mesmo, só que em vez de tentarmos acertar nas formas, aproximamos a mão de um cabide e tentamos perscrutar algum tipo de reacção naquele olhar inquisidor que nos faça avançar, ou desistir daquela peça de roupa...
De modos que, no meu critério de escolha de lojas o primeiro ponto de eliminação é o seguinte: Recebo mais atenção nesta loja que num show-room dum concessionário da Auto-Sueco? Se sim, dispenso a loja. Se não, ok, posso entrar.

E para a ajudar à festa, as lojas têm todas um aspecto tão bom que parece que estamos a entrar em casa de alguém de bem e que devemos portar-nos bem, com etiqueta! E passado uns minutos começamos a entrar em paranóia porque começamos a pensar quando é que servem o jantar e já estamos a pensar que vamos ter meia dúzia de pratos e copos todos diferentes e mais dúzia e meia de talheres também todos diferentes e não sabemos utilizar nenhum!

Cumps!
João de Almeida

135 comentários:

Filipa disse...

As vezes até tenho pesadelos com isso. Achas que preciso dum psiquiatra pa curar este meu trauma? =D

"Falando sério":
Não poderia estar mais de acordo. Este tipo de lojas parece que só feita para um determinado tipo de cliente. e as pessoas até parecem olhar de lado ( a pensar : - o quê que este está aqui a fazer?) como se fossemos uma especie de classe inferior a eles, quando simplesmente podemos ter outro estilo.

Abraço jójó,
Pinie*

Anónimo disse...

Ola,
Eu por acaso sou cliente da massimo dutti mas concordo em relação a atitude dos colaboradore.
Esta semana por acaso estava a sair da ginastica e recebi um telefonema a informar que ja tinha chegado um casaco que tinha ficado para troca e para não andar para a frente e para tras fui la ...... de fato de treino...... a menina ficou a olhar-me de cima a baixo eu tranquilizei-a dizendo que já me ia trocar pois vinha da ginastica :) ela ficou corada :) coitada foi triste uma simploria

Anónimo disse...

Não precisas de ter medo nem complexos! Afinal eles são simples funcionários da loja e tu és um potencial cliente. Eles estão ali a trabalhar e tu só vais ver, ou seja, estás ali tipo passeio; já trabalhaste e já tens o dinheiro para gastar, se assim o quiseres, nas roupas que eles só tocam para arrumar. Mais descansado?! espero que sim! Não te esqueças só te olha com desdém quem quer esconder um tremendo complexo de inferioridade.

Dawn2Dusk disse...

É deprimente a falta inteligência que transpira das palavras tanto deste "post", como dos comentários deste tão famoso efeito manada!
A ignorância de quem não conhece o mundo comercial, de quem não tem qualquer sentido do que é um bom atendimento e disponibilidade está aqui bem patente num bando de idiotas!
O que sas "excelências" desconhecem é que o processo de recrutamento para colaborador duma loja Massimo Dutti é dos mais exigentes no país e que grande parte dessas pessoas são licensiadas e que recebem formação constante.
Fiquem sabendo que o grupo detentor do master franchising da Massimo Dutti em Portugal tem o menor índice de rotatividade de trabalhadores do seu sector neste país, o que se reflecte em boa formação, excelente desempenho, grande exigência e remuneração adequada (para poderem comprar umas coisinhas na própria loja...)e que quando qualquer um de vós se sente intimidado numa das 41 lojas nacionais, não por defeito da simpatia e disponibilidade dos colaboradores, mas sim por vossa tacanhês que no fundo do vosso subconsciente sabem que não passam camponeses pseudointelectuais com a mania que a calça com cagueiro ou a camisa de flanela à lenhador é "estilo próprio" vs geração morangos com açucar! Na verdade não passa de infantilidade inútil e deslocada que vai tardar a desvanecer...
E quanto ao (ou à) corajoso(a) anónimo(a), já via acontecer muitas vezes, e invariàvelmente, o que acontece é que quando não se está à vontade consigo próprio(a), é normal achar que são os outros que nos estão a julgar...
É triste...

PM disse...

Ó caríssimo Dawn2Dusk...os colaboradores das lojas Massimo Dutti até podem ser pessoas "licensiadas" (notar já aqui o erro ortográfico que indicía o fraco empenho na formação académica do comentador/bloguista por este comentário visado), doutoradas e fazer investigação científica sobre o genoma dos mamutes da Sibéria, mas a formação académica de um pré-advogado, de um quase arquitecto, ou de um médico desempregado não é a mesma que um competente colaborador de uma loja de roupa tem.
Não sei a que "bando de idiotas" pertence "sa excelência" e fico curioso em relação ao motivo da sua depressão. Será snobismo, ou palermismo? Talvez fosse melhor deixar de ler comentários em blogues. Lá pela maioria das pessoas concordar com a essência do post tal não significa que estejam todos a seguir-se só porque sim. Aposto que conhece pessoas que concordariam consigo se lessem o seu comentário...portanto também se cria o efeito manada no seu "bando de idiotas". Folgo em saber que até concorda comigo não é?
Não sei se trabalha ou trabalhou numa qualquer loja de roupa ou se está ligado directa ou indirectamente ao mundo comercial, mas uma coisa aparentemente não sabe: bom atendimento implica um bom serviço e hospitalidade. O bom serviço cinge-se a tudo o que é tangível, palpável. Na Massimo Dutti, um empregado que efectue a troca comercial e tire eventuais dúvidas ao cliente de forma eficiente faz um bom serviço. O mesmo empregado, se acompanhar o mesmo serviço com um sorriso "sincero" e uma expressão que revele a sua alegria em ajudar o cliente, está a ser hospitaleiro. Isto inspira confiança e reconhecimento por parte do cliente, que se sente à vontade e volta à loja numa próxima procura por roupa.
Ora, o que os empregados de várias lojas aprendem durante as suas formações (e que é o que o post tenta explicar), é como fazer um bom serviço. Já a parte da hospitalidade peca por excesso, isto é, o cliente que entra na loja e vê o sorriso na cara do empregado sente-se bem, mas não precisa de mais nada. Só quer ver o produto. Só! Se tiver dúvidas vai falar com o empregado que se deverá mostrar solícito! Caso contrário quer é estar em paz, na sua vidinha a ver as roupas e preços e cores e padrões e feitios. Só! Não quer que venha um empregado perguntar se precisa de ajuda. E muito menos de um segundo empregado a vir perguntar a mesma coisa! Para não falar no terceiro empregado! Esta parte é arruinar a hospitalidade. O que é demais é erro. E os empregados não têm formação para saber qual o nível de atenção que devem dar a cada cliente. Sim, porque cada cliente é diferente. Com certeza que há pessoas que gostam deste tipo de "atenção", mas a maioria não é tão "mimada" ao ponto de não prescindir de tamanha atenção.
É natural que um cliente que não queira esta atenção, após recusar a ajuda do empregado, não se sinta muito à vontade, ficando com pseudo-remorsos da recusa, dando azo a que surjam pensamentos como "será que fui indelicado?"; "deveria ter aceite a ajuda?"; "e agora o empregado está chateado comigo"; "se calhar os ricos gostam de ser atendidos assim...agora ele deve estar a pensar que sou pobre e não está a gostar de mim aqui"; "vou mas é embora que já não me sinto bem aqui".
São todos pensamentos normais de quem apenas quer estar em paz e que que tudo esteja bem, tanto para o seu lado, como para o do empregado.
As lojas com este tipo de atendimento nada hospitaleiro teriam mais clientes se mudassem a forma de atendimento.
Não é tanto pelos preços mas sim pelo atendimento.
Felizmente há lojas, tanto de preços baixos como de altos, que dão uma formação aos colaboradores bastante melhor que outras.
Se se entristece ao ler este post sobre a Massimo Dutti, isso deve-se ao facto de não perceber ou não querer perceber a psicologia do cliente comum.
Talvez no fundo você não passe de um "camponês pseudo intelectual" com mente "tacanha" e mania de que é o dono da verdade e especialista na "arte de como bem atender um cliente sem o constranger".
Deixe que os outros tenham as suas opiniões e mostre qual a sua também.
Não revela sensatez nem sabedoria ao criticar as opiniões (e a forma de vestir) e muito menos ao insultar a inteligência dos outros porque, para quem se julga o esclarecido de tudo há sempre outro que o sabe melhor. (Não, não sou eu, descanse)

Continuações de bons posts e coments para todos!

Dawn2Dusk disse...

OK... hoje estou com pouca paciência para dissertar sobre os parâmetros de um bom atendimento, mas numa coisa o PM tem razão: não é preciso ter formação académica para ser vendedor...
Agora... "psicologia do cliente"?! Haja paciência! Aí sim os vendedores terão que ser psicólogos... Sim, os clientes são todos diferentes, assim como as marcas também o são e daí terem perfis díspares para targets díspares... Quem não gosta vai a outras! Ou à feira...
É verdade; peço desculpa pelo erro ortográfico "licensiadas", mas quando vai corrigir algo assim não convém escrever mais abaixo "que que", a não ser que seja gago ou esteja nervoso... hum... não, nem mesmo assim...
Quanto à liberdade de expressão, direito à crítica e afins, eu concordo inteiramente e daí o meu comentário ao "post", logo não vejo o porquê da crítica, quando ainda por cima também o faz! A diferença é que o "efeito manada" acontece por falta de opinião, e o que eu fiz foi a antítese e se calhar causou-lhe aí alguma confusão e começou logo a pensar em depressões e mais não sei o quê. Não se preocupe, estou certo de que encontrará um bom médico ou um vendedor licenciado em psicologia.
Por fim, e porque a minha vida não é isto, sei muito bem e humildemente o que é um bom atendimento: é aquele que me agrada e é aquele que é adequado à loja onde entro. Senão é como entrar num restaurante de 5 estrelas do Guia Michelin e pedir uma "sander" de torresmos e uma mini... É isso que procura?!

Dawn2Dusk disse...

Post Scriptum: PM não é primeiro Ministro, pois não?! É que senão está tudo explicado... :)

PM disse...

Ora bem Dawn2Dusk, não sou primeiro ministro, mas também é escusado irmos por aí senão estamos aqui, estamos a discutir a beleza da luminosidade do amanhecer e do anoitecer implícito no seu nick.
Já agora devo dizer que omitir um "r" no final da palavra "que" ficando assim os tais "que que" que lhe provocam tanta satisfação, não é o mesmo que dar um erro ortográfico grosseiro. Mas isso você sabe. Foi só para perceber que felizmente não sou gago nem estava nervoso. Se quisesse pegar consigo por erros de omissão poderia falar da sua omissão do "é" na frase "(...)das 41 lojas nacionais, não por defeito da (...)", que retira o sentido que prentendia dar à frase.
Quanto à psicologia do cliente que tanto o apoquenta, julgo que não deve ter percebido o que escrevi mas reformulo: Quem atende tem de saber COMO atender correctamente. Para isso é necessário ter capacidade para perceber o que um cliente quer. Julgar que todos querem ser levados ao colo é imprudente e revela falta de competência natural. É...disse natural. Porque as competências adquiridas durante as formações não lhes valem de muito sem uma aptidão extra para lidar com pessoas.
Agora, se ao ler um post e os vários comentários feitos, em vez de opinar sobre o post, se põe a insultar os comentadores e bloguista, dizendo que têm falta de inteligência e que pertencem a um bando de idiotas, então está a abusar não concorda?. Uma coisa é o que diz que fez: dar a opinião sobre o tema do post; outra completamente diferente: dizer que os outros são idiotas e ignorantes.
Veja-me a comentar um post seu: Não concordo com o que diz, pelo contrário, na minha opinião deve ser isto e aquilo.
Agora veja-me a "comentar" um post seu: Mas que falta de inteligência que revela o post. O bloguista só pode ser estúpido! Não percebe nada disto! Idiota...
É diferente não é? Pois é.
Agora não fique deprimido também com isto. Não lhe digo para falar com algum vendedor psicólogo, mas que aceite este comentário/resposta como uma crítica construtiva para futuros comentários seus.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Achei a temática interessante, por isso tomei a liberdade de deixar o meu singelo comentário...

Devo, em primeiro lugar, deixar uma coisa clara: A Massimo Dutti, NÂO é uma loja cara! É tão, simplesmente, o que de melhorzinho se faz antes de irem os restos para as Zaras, Bershkas e outras afins... No fundo tem roupa como qualquer outra loja média.
Quanto ao sentimento face aos graduados, ou não, colaboradores, não tem, rigorosamente, nada a ver com estilo, estar "bem" ou "mal" vestido, mas sim pelo facto de as pessoas viverem permanentemente com um estúpido complexo de inferioridade...
Ora se todos somos tão senhores do nosso estilo e tão seguros daquilo que para nós é ou não moda... então, para quê sentirmo-nos mal quando/e se olham para nós de alto a baixo. Então mas este não é o nosso estilo? Não é assim que nos sentimos bem? Não é isso que dizemos aos pais, aos amigos, se nos criticam uma, ou outra, peça de roupa?
Então, meus amigos voltamos à velha questão: o complexo é nosso! Não será certamente a Massimo Dutti que me vai fazer sentir mal. Primeiro, não tem qualidade para isso; segundo, não tem preços a esse nível e terceiro, não é um "colaboradorzeco" de uma loja espanhola com um fato que não conhece a cor desde o início da estação, que me vai impedir de entrar ou fazer-me sentir mal.
nas lojas, verdadeiramente, boas e caras e com roupa de qualidade, ninguém nos olha de alto a baixo... lá está a velha máxima quem se dá ao trabalho de olhar com aquele sorriso amarelo é porque nunca vai passar, de facto, de uma Massimo Dutti

kau disse...

Antes demais boa noite.

Depois de ter lido a página toda tenho alguns comentários a fazer.
1- Será que alguém já pensou que os empregados são obrigados a perguntar ao cliente se precisa de ajuda?
2- Será que já alguém se lembrou que os gerentes estão lá e ai do funcionário que não o fizer?
3-Em relação ao olhar para os clientes também vos posso explicar
esta empresa tem pessoas que se fazem passar por clientes e avaliam os funcionários,por isso o tal olhar...
Acreditem para um ex- funcionário é triste saber o que pensam deles, quando eles são os ultimos a ter culpa.

Seguem regras pura e simplesmente.
Obrigada pela vossa atenção e espero que apartir de agora olhem de outra forma para os funcionários desta loja.

Anónimo disse...

Nem durmo só de pensar no atendimento nas lojas...e nas feiras?ui,aqueles olhares desconfiados e toda a gente a tentar impigir 10 pares de meis a 5 euros e 2 t-shirts a 10,e aquela mania que eles tem que sabem mais de moda que eu?"Oh menino,leve lá estes que lhe vão ficar bem!!!" e coisas assim,nem durmo a pensar nos atendimentos.

Candonga Mutu disse...

Sim senhor que assunto interessante. Pois bem eu sou um dos “colaboradoreszecos” dessa empresa de que tanto gostam. Se me dispensarem uns minutos permitam-me elucidar-vos acerca do outro lado do fato “que não sabemos a cor”

Eu cumprimento sempre o cliente. Tenho pena que o meu:
-Bom dia seja interpretado como um :
-Sai daqui seu pobre.
E que o meu :
-Se precisar de ajuda disponha, seja interpretado como um:
-Dê-me já todo o seu dinheiro.
2-A Massimo dutti realmente não é uma marca que se pode considerar das mais luxuosas, mas, prima por oferecer uma boa relação qualidade preço, e um serviço que pretende-se aproximar o mais possível do atendimento personalizado.

Se forem a uma Zara ou Bershka e não, não são do mesmo grupo da Massimo Dutti em Portugal (já em Espanha sim pertencem ao grupo Inditex) quantos colaboradores vos cumprimentam ou perguntam se precisam de ajuda? Ah pois, se calhar nem são assim tantos, são vocês que tem de andar atrás deles e se for preciso levam peças 3 tamanhos abaixo porque pensam que a roupa e os números são iguais em todo o lado.
Sim existe uma pressão para abordar o cliente mas com limites se o cliente recusar a minha ajuda eu não vou andar atrás dele a toda a hora, mas se o vir atrapalhado á procura de um tamanho sou o primeiro a ajuda-lo.
Não, não sou licenciado, não tenho sequer o 12º ano mas não estou ali para debater sobre planos de orçamentos nem para fazer transplantes de coração, muito menos para filosofar sobre os ensinamentos de Platão, estou ali para vender roupa, como tal a vocês só vos interessa saber se tenho competências para tal, e tenho. Não sou mais inteligente nem mais burro que vocês sou uma pessoa que pode saber mais sobre um assunto e vocês saberem mais de outro, a inteligência é relativa. E sim, posso até ter dado erros de ortografia neste post , ou colocar mal uma virgula ou outra. Fica ao vosso critério mandar abaixo a forma como escrevo desde que entendam a mensagem fico satisfeito.
Nós também temos dias maus como toda a gente. Isto para não falar que 30 % das pessoas a quem digo “bom dia”, não me dizem nada ou” grunhem“ (não levem isto para o insulto s.f.f) de forma imperceptível.

É normal que tenham a sensação de estarem a ser observados (temos câmeras nos estabelecimentos eh eh) nós colaboradores temos de estar atentos ao que se passa na loja de modo a que se precisarem de ajuda não terem de andar atrás de nós (e quando o fazem, fazem de má cara)
É triste saber que se não vos cumprimento sou mal-educado e tenho a mania de ser superior e se o faço sou um falso que estou a avaliar se tem dinheiro ou não, tenham lá paciência haja consenso.

Achei imensa piada ao post de um(a) anónimo acerca do fato da ginástica. Caro amigo(a) existem balneários nas instalações dos ginásios onde pode trocar de roupa, ou a pressa era tanta que aproveitou estar de fato de treino e foi a correr para a loja? Mas nem queria entrar por aí (peço desculpa se fui ofensivo mas acho que mais ofensivo é nem sequer se identificar no post e de acusar de simplória uma colega minha, colega essa que se calhar ao o(a) ver achou que se foi buscar o casaco como descreveu iria provavelmente querê-lo experimentar, ora tratando-se de um blazer de fato um mesmo um casaco desportivo uma calça de Lycra provavelmente não iria lhe dar uma boa impressão do conjunto não acha? Daí se calhar o olhar da minha colega, mas isto é entrar no campo da especulação e também não quero ir por aí, o que queria salientar é que se calhar essa mesma colega teve o trabalho de perder tempo a procura da sua peça e depois é apelidada de simplória. Ora pois bem vá a Bershka pedir para eles lhe arranjarem uma peça e depois diga-me a resposta deles s.f.f
Por isso apenas peço-vos que tentem perceber quem lá trabalha e se acham que andamos lá só a passear o fato enganam-se.
Obrigado pelo tempo dispensado

Mokita disse...

Caro João:
Espero que te encontres bem!

É a primeira vez que estou a ler o teu Blog, e estou deveras pasmada!

Também sou colaboradora Massimo Dutti e desde já tenho alguns comentários e reparos a fazer:

- Quando aos cumprimentos dados pelos colaboradores, é normal que queiramos ser simpáticos ou afáveis, pois estão a entrar num espaço onde trabalhamos e tal como em qualquer sitio cumprimenta-se as pessoas, é de bom-tom.

- Quanto à disposição da loja é normal que esteja arrumada quando não temos nada que fazer. É ÓBVIO! E não, não andamos a perseguir as pessoas para ver se compram ou tocam nas roupas, é simplesmente uma maneira simpática de ver se precisam de ajuda, para não terem trabalho e ser mais rápido e funcional para o cliente
Se te sentes mal e sentes observado, das duas uma: ou és um péssimo cliente, daqueles chatos e impossíveis de aturar, ou então, não costumas frequentar Dielmar, Sacoor ou Lacoste (exemplos de marcas mais caras e ainda mais apresentáveis), onde sim, é possível que te sintas menos a vontade pelo género de loja que é!

- A loja não tem nada roupa cara, apenas a apresentamos e nos apresentamos de maneira diferente.

- Para teres este tipo de comentários é porque já entras-te em algumas Massimo Dutti, senão não tinhas este tipo de comentário e se continuas a ter a mesma opinião é porque continuas a ir: sendo assim, no mínimo ridículo este teu post!

- Fico triste por pensares de tal modo João. Gosto muito do que faço e não vejo a Massimo Dutti como tu a vês. Também sou cliente de outras Massimo Dutti para além da que trabalho e sei bem as manhas e artimanhas e o que dizem dos clientes e não me sinto mal por isso. Sou superior a isso!

Não te quero ofender, ou de qualquer modo arranjar quezílias no teu Blog, acho apenas que tens de ter coerência nas palavras para não seres mal interpretado, deverias ter mais atenção à linguagem corporal dos colaboradores e a que tu transmites, para além de teres agora mais atenção, que vais começar a ser REALMENTE observado nas Massimo Dutti do país por este post que escreves-te.

Os meus melhores cumprimentos
Mónica

PS: Não leias este comentário com agressividade ou má vontade minha, lê com a mesma serenidade com que escrevi!

Anónimo disse...

A Massimo Dutti do Madeira Shopping é do pior, tem cada funcionária... uma pior que outra com manias de superioridade.. principalmente uma loira tinginda que tem lá!! é que ela mesmo já de si, já chama a atenção pela cor do cabelo e com a arrogancia dela esquece...

Anónimo disse...

Sou cliente da Massimo Dutti há longos anos. Aprecio a forma como acolhem o cliente na loja, não sentindo nunca qualquer pressão por parte dos colaboradores. São educados, mostram-se disponiveis e orientam o cliente nas suas escolhas.
Quanto aos comentários efectuados sobre "invasão..., medo..." "olhar de lado...", etc, etc, etc, meus senhores/senhoras, será que o problema não está em vocês, será que estão bem com a vida que têm, não atribuam responsabilidades a terceiros O.K.?

Anónimo disse...

Estou estupefacta com todas estas opiniões! Será que ainda há pessoas no mundo que acham que as lojas já têm robots no atendimento em vez de pessoas? É que acho incrivel como algumas pessoas julgam estes colaboradores como se eles tivessem de ser perfeitos ou até mesmo que terem vidas perfeitas fora do seu trabalho e que tenham de estar 100% dos minutos do seu dia de trabalho bem disposto ou até mesmo com disposição para atender clientes que muitas vezes nem sequer nos respondem a um simples "bom dia"!
É claro que já devem ter percebido que sou um desses colaboradores e como qualquer outro trabalhor deste país, neste momento tenho perfeita noção de que o país não se encontra no seu melhor e que se calhar as vidas de alguns dos meus colegas bem como da maioria das pessoas deste pais se estão a desintegrar ou até mesmo a afundar, ou então, que são obrigados a fazer horários absurdos para satisfazer clientes (ou supostos clientes) que depois, só porque nos apanharam num momento menos bom nos acham "simplórios", mas claro, eu percebo, nós temos mesmo é que ser perfeitos não é, pois claro que vocês também são perfeitos nos vossos trabalhos não são? E que vão todos os dias fantásticamente bem dispostos e preparados para aturar todos os tipos de pessoas e com todas as mais diversas disposições do mundo no mesmo dia! Não sei se já alguém tinha pensado nisto mas às vezes chegamos até a ser verdadeiros profissionais, de se tirar o chapéu, pois conseguimos lidar de uma maneira bastante profissional com os vários tipos de personalidades e maneiras de ser que nos aparecem durante o mesmo dia e isto meus senhores, é um passo de sucesso nas nossas vidas, principalmente na nossa profissão!
E por favor, parem de julgar as pessoas só porque trabalham numa loja ou porque varrem os chãos das ruas ou porque andam a limpar sanitas, quem sabe se todo esse esforço no trabalho no final do mês não é mais bem remunerado que muitos doutores que se acham os maiores do mundo? Pois é, olhem que a maioria dos licenciados que trabalham connosco não é apenas porque podem não ter arranjado trabalho na sua área mas se calhar também porque até recebem mais por dizerem "bom dia" ou "posso ajudar" , ou quem sabe até não se recebe bem melhor ainda a limpar sanitas e até conseguimos dar uma vida boa às nossas famílias, no entanto, ainda há quem nos ache uns "simplórios", de facto, agora pensando bem, tratamo-nos todos até de pessoas bastante simples, pelo menos na grande maioria!
Tenho mesmo pena que pensem assim, mas pelo menos posso dizer com orgulho que no meio de tanta crise ainda trabalho numa das empresas mais estáveis deste país e que oferece ainda essa estabilidade aos seus colaboradores, que ainda tem dinheiro para nos pagar várias formações durante o ano para no motivar e nos formar profissionalmente para nos tornar-mos pessoas melhores neste mundo (e para conseguir suportar estes pequenos insultos que nos fazem), que luta ainda pelos nossos direitos e que dá oportunidades a quem esteja interessado em subir na carreira e ter um futuro dentro de uma grande empresa, ora digam lá se os vossos patrões ainda são assim depois desta crise toda?:)

imsmcs disse...

desculpem, tentei, juro que tentei mas nao consigo, é mais forte do que eu...
este Post e simplesmente ridiculo, gostava de saber qual a profissao das pessoas que fazem comentarios tao ridiculos... possivelmente vivem fechados num escritorio isolados do mundo (como macacos numa jaula de um zoo) porque nao têm capacidade para conviver em sociedade, e nos tempos livres vestem o fato de treino e la vao eles chatear a molecula ao pessoal que anda a trabalhar... sim pk o povinho portugues adora criticar...
e triste para quem e obrigado a servir, a perder tempo, e paciencia depois receber este tipo de comentarios, so mesmo em portugal, la fora qualquer pessoa que desempenhe este tipo de funçoes e tido em muito boa conta e é lhe dado o devido valor... a educaçao e reconhecimento sao coisas que vêm do berço!!!
enquanto isso nos os "SIMPLORIOS" continuamos a vossa em espera numa qualquer loja Massimo Dutti prontos para vos atender, ajudar, e servir, porque é isso que distingue um bom profissional, de um Tuga sempre pronto a criticar e que é capaz de entrar numa loja e nem cumprimentar quem la trabalha...Educação e Respeito nada têm a ver com poder de compra ou dinheiro!!!

Daqui Maria Pinie disse...

Meu Deus 17 comentários :O
sendo que fui a primeira a comentar em setembro nem me tinha dado conta da polémica que aqui se gerou.

No meu 1o comentário falei em olhar de lado, referia me a clientes e não a funcionários que no meu caso particular nunca tive queixas.

Mas há aqui um comentário que me chamou atenção:
"Nem durmo só de pensar no atendimento nas lojas...e nas feiras?ui,aqueles olhares desconfiados e toda a gente a tentar impigir 10 pares de meis a 5 euros e 2 t-shirts a 10,e aquela mania que eles tem que sabem mais de moda que eu?"Oh menino,leve lá estes que lhe vão ficar bem!!!" e coisas assim,nem durmo a pensar nos atendimentos."

Pra mim ganhava xD apesar de não ser extenso e esse ser um dos critérios para ganhar o concurso.

Espero não ter ferido a susceptibilidade de ninguém!

BeiJoão
Pinie*

Anónimo disse...

há gentinha neste país que nao tem mesmo nada para fazer.
que pobresa de espirito.
é deprimente este blog.

Anónimo disse...

Último anónimo antes de mim;
Quando fala em 'gentinha' que não tem nada que fazer, inclui-se a si próprio? Tb andou a ler o blog e deixou o seu comentário como os que critica ou é só impressão minha?

Eu tb costumo ir a massimu dutti (acompanhar a minha mãe xD)
e não me sinto nem bem nem mal, estou tão bem ali como na Zara ou outras do género (com a diferença que tenho mais interesse nas ultimas uma vez que procuro roupa para mim).
E pronto, sou feliz assim! so queria mostrar que há meio termo e não preciso de mudar de personalidade cada vez que entro numa loja para me sentir bem


Peço desde já desculpa caso tenha cometido algum erro ortográfico, gralha, o que seja, nao e meu intuito ferir susceptibilidades de ninguém, nem me responsaabilizo se o fizer

Anónimo disse...

mas está tudo doido?! nem sei como consegui chegar ao fim destes postes. e também nem sei porque me dou ao trabalho de aqui deixar um, não sou dada a estas trocas de galhardetes.
mas não resito a comentar: está tudo doido! ninguém nos obriga a entrar em lojas, certo? também ninguém nos obriga a comprar ou nos impede de mexer na roupa, certo? Independentemente da loja, seja de roupa, de livros ou de electrodomésticos, é normal sermos recebidos com um "bom dia, posso ajudar?" ou "o que deseja?". E também é normal responder "bom dia. deixe estar, estou só a ver as novidades"....ou o que quer que seja. Nunca me sinto constrangida ao entrar em lojas, sejam caras ou baratas. Sou apenas uma potencial consumidora. Posso comprar ou não. Sim, é verdade que nas "melhores" lojas, os empregados(as) costumam estar bem apresentados, também me parece normal. Trata-se de "comércio e serviços", é normal que haja cuidado na apresentação dos funcionários. Qual o problema? Os clientes "pirosos" sentem-se constrangidos porque a funcionária é cuidada e bonita? Ficam com inveja e vergonha? Santa paciência! Boa educação é a única coisa que se espera de funcionários e clientes.O que alguns que aqui escreveram comentários parecem não ter. Saudações.

Anónimo disse...

"mas está tudo doido?! nem sei como consegui chegar ao fim destes postes. e também nem sei porque me dou ao trabalho de aqui deixar um, não sou dada a estas trocas de galhardetes."
Então porque deixou? LOLLLLLLLL vá ver se chove!! lol

Anónimo disse...

Acho um pouco patético este tipo de argumentos deixados aqui por um sem número de pessoas. Até parece que isto é uma declaração de guerra aos funcionários das lojas. O João, pura e simplesmente, deu a sua opinião, disse como se sentia, nada mais. Mas, a partir daí surgiram inúmeras teses e argumentos a favor e contra, como se estivessem a defender a honra do convento. Meus amigos, tenham bom senso. A questão reside no facto deste blogger achar que nas ditas lojas não se sente à vontade. Se essa é a opinião dele, muito bem. O que não significa que tenham que fazer disto uma "demanda" pessoal. Sejam mais humildes e aceitem-se uns aos outros,inclusive opiniões diferentes das vossas.

João de Almeida disse...

Bem dito! Neste momento eu sou um mero espectador destes comentários. Este espaço é de quem o comenta. Eu limitei-me a tentar escrever algo com piada ao pegar numa situação e exagera-la. O que daí adveio não é meu, é vosso. Discutam para aí.

Anónimo disse...

Concordo com muito daquilo que disseram sobre a nossa atitude quando entramos numa loja, muito ou pouco chique.
No entanto, estas senhoras da MD precisam de uma formação (licenciadas ou não). Há dias entrei na MD em Coimbra e, por estranho que pareça, não fui abordada nem cumprimentada por nenhuma empregada (colaboradora); fui vendo algumas coisas e precisei de fazer uma pergunta sobre uma peça, mas não consegui! Três delas a quem me dirigi pediram uns minutos, pois estavam a atender (não sei se há outro verbo para estas lojas) uma cliente. Realmente, dirigiam-se todas para os gabinetes de prova, mas pareceu-me haver só duas pessoas a serem atendidas pois, de vez em quando, vinham cá fora.
Foi desagradável!
Acabei por trazer uma peça de roupa e comentei na caixa, quando vem a pergunta recorrente - é só? -
que desejava informações sobre outro artigo, mas não tinha conseguido. Mostrou-se muito prestável,querendo chamar uma colega, mas declinei.

Anónimo disse...

hehehehe!!! Isto é de rir á gargalhada. Estou no meu posto de trabalho (atendimento ao publico) e vim "parar" aqui.
Como nao entram clientes, divirto-me com voces.
Obrigada!!!
Voces sao mesmo o maximo da "galhofa".rsrsrs
LOL
ML

Mecildes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mecildes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
analfabeto disse...

caro colega com esse comentario generoso e afavel digo...


ES MESMO CLIENTE DE SALDOS.

Mecildes disse...

amen :) adoro saldos

PO disse...

Quem tem o € tem o poder! Não há razão para te sentires inferior!

Anónimo disse...

Compreendo perfeitamente o sentimento de entrar numa loja e de ter os funcionários a julgar o nosso poder de compra pela forma como nos vestimos. principalmente ao fim de semana gosto de andar a vontade e como me dá... já basta andar aprumada toda a semana... e acho deprimente por parte dos funcionários elegantemente fardados olharem para nós... eu gostava de ver o que vestem quando lá não estão... Infelizmente em Portugal julgam-se as pessoas pela albarda...e nem tudo o que reluz é ouro...

Anónimo disse...

Quando entro nesse género de lojas, normalmente até vou de jeans e t shirt.
Olham de lado, mostram-se simpáticos de uma forma cínica. Na verdade todos os dias tenho de me vestir bem, e por vezes até sou obrigado a usar fato.
Obviamente que ao fim de semana, qd tenho algo para comprar, nao vou ao shopping de camisa, polo ou fato. Eles julgam as pessaos pelo que estas vestem, quando na verdade, a maior parte destes vendedores são uns frustrados, que só por vestirem fato no trabalho e lidarem com os tios, pensam que são melhores do que um jovem em inicio de carreira que seguramente ganha mensalmente o dobro ou o triplo dos seus salários.

sara disse...

Eu só queria deixar o seguinte comentario, e desculpem-me se der erros ortograficos, eu sou cliente da loja massimo dutti e muito honestamente nunca me senti mal atendida e até acho os empregados simpaticos.Penso que o facto de cumprimentarem o cliente quando entramos na loja até é uma forma simpatica e educada de atendimento.
Tenho pena que algumas pessoas não tenham consideração pelas pessoas que estão ali para trabalhar, porque não deve ser fácil estar de pé todo o dia e ainda por cima sempre com um sorriso nos lábios.

Anónimo disse...

É de lamentar o.." até tenho pesadelos". Será que alguem fica nesta situação, porque se sente mal ao entrar numa Massimo Dutti?
Bem, haja futilidade? E só se sente inferior e intimidado quem tem motivos para tal. não são os colaboradores. Mais, não tem capacidade par entrar numa loja em que o atentimento seja do mesmo tipo. a sua loja favorita deve ser mesmo a "f".

Denise disse...

Olá João, adorei o teu comentário à Massimo Dutti, fartei-me de rir não só com o que escreveste mas com os outros comentários. Eu tb era assim, acho que só tinha entrado duas vezes na loja e acompanhada sempre pela minha mãe que é um senhora muito chique! lol Tb me sentia quase que inferiorizada por entrar lá! Agora é com "orgulho" que digo que entro lá 5 dias por semana sem me sentir embaraçada! LOL É que agora sou uma funcionária da Massimo Dutti. De facto a loja foi inicialmente desenhada para um público-alvo que vai da classe média-alta à alta e daí dar aquele ar de classe e distinção e o atendimento quer-se personalizado daí o cumprimentar o cliente e disponibilizar ajuda. Há clientes que amam este tipo de atenções e precisam de opinião em tudo e não nos largam nem um minuto e claro há os clientes (como eu) que preferem estar na deles, cabe a nós vendedores sabermos distinguir e tratar os clientes como eles preferem. Se bem que vou ser sincera, às vezes digo bom dia mesmo a ser simpática e ainda nem disse "Precisa de ajuda?" e já o cliente me diz "Não estou só a ver" e vira-me as costas! lol Podem gostar de estar na deles mas dizer bom dia n custa a ninguém. Quanto a isso de o processo de recrutamento ser rigoroso... bem o mesmo não se passou cmg, fizeram-me uma entrevista na loja e entrei! Nem experiência na área tinha. De facto muitos dos meus colegas e eu própria somos licenciados mas axo k agora com a crise k se vive isso é natural, e não é uma licenciatura que dá o know-how em atendimento ao público, axo k isso vem com a pessoa.
O melhor da loja onde trabalho são os meus colegas e acredita em mim, quando não há clientes à vista são tão brincalhões e tótós como qualquer um de nós. Por isso da próxima vez que fores a uma Massimo Dutti não penses que são mais cool, ou que têm algum complexo de superioridade, são só pessoas normais que estão de fato! Sim pk para mim o fato é que intimida! lol
Beijos

Anónimo disse...

As tipas das lojas massimo dutti são normalmente super boas e estão sempre a ver se aparece um tipo com dinheiro para conhecer.
Tu deves ter mau aspecto, para além de pouco dinheiro, logo és um alien nessa loja, o melhor é voltares para a feira donde aliás vieste...
hehehe, pelo menos ai passavas despercebido.

Nuno disse...

Realmente devo dizer que não me sinto de modo nenhum surpreendido com este tipo de comentário.

Mas como funcionário da Massimo Dutti que sou passo a explicar:

Ao contrário do que é dito pelo João, os colaboradores não julgam as aparências, até porque estamos bem habituados a que pessoas com estilos bem simples façam compras no valor de muitos ordenados juntos do João!!O que lhe devo dizer desde já é que pelo menos eu, reparo sim nas pessoas que entram na minha loja com uma atitude como a sua, que não uma atitude de uma pessoa simples mas sim de alguém que tem um grave complexo de inferioridade e devo-lhe dizer que nem sequer se trata de uma questão monetária, é mesmo um complexo de inferioridade como pessoa.

Já agora coloco uma questão, se o João diz que a Massimo Dutti é assim tão cara ao ponto de a sua carteira não lhe permitir fazer compras nesse local, então para que coloca lá os "coutos"???

Das duas uma, ou é daqueles "clientes" que entra apenas para ficar feliz por olhar sabendo que não pode comprar ou então no seu caso se calhar é porque tem gosto em se sentir inferior!!

Mas desde já lhe digo, e agora falando muito a sério, que esse é um tipo de ideia completamente errada, pois nós (colaboradores) somos pessoas como todas as outras, não sou superior a ninguém da mesma forma que também não sou inferior, tentamos fazer o nosso trabalho da melhor forma possível. Acredite que a verdadeira satisfação está em poder atender alguém "simples" porque a simpatia não é paga da mesma forma que a boa educação também não o é.


Cumprimentos!!!

Lena disse...

Olá João, já ouviste concerteza dizer que a popularidade de um blog se mede pela quantidade de comentários, não?

No que concerne à Massimo Dutti, passem pela loja do Fórum Algarve em Faro. Lá têm as funcionárias mais simpáticas que já encontrei.
Passo a publicidade, eh, eh, eh.

Bem haja! Peace!

Boss_VV disse...

Dawn2Dusk tem completa razão. É um absurdo, uma ifnorância a forma como estão a tratar uma loja onde os funcionéarios têm formações continuas e sabem o que fazem. Não quero com isto dizer que não existam excepções, elas existem, mas controlem-se. O que preferem:
1 - Visitar uma Stradi onde os funcionários estão sempre mal dispostos, não nos ligam nenhuma, estão-se marinbando para o cliente pois o trabalho deles é dobrar montes de roupa
OU
2 - Estarem numa loja confortável onde são atendidos com simpatia, por profissionais e com gosto pelo o que fazem?
Não façam comentários por uma situação, e um colaborador não são colaboradores. Consultem a empresa detentora da marca, vejam os pagamentos que fazem aos funcionários e digam se não gostariam de trabalhar nesta empresa e com gosto!

blandine disse...

Ola,
sou cliente da massimo dutti a varios anos e posso vos dizer que nunca tive qualquer queixa em relação ao atendimento dos funcionarios,sempre muito atenciosos e simpaticos.
M.Cumprimentos
Blandine Patrick

Anónimo disse...

Destesto gente POBRE !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anónimo disse...

Boa noite,
Nunca tinha passado por aqui, nem sei quem é o João e nem me interessa, cada uma tem a liberdade de se manifestar contra ou a favor e ainda bem que há quem não goste da Massimo Dutti, ainda assim são demais os que gostam e não há direito.
Eu adoro a roupa da Massimo Dutti e para além de fatos e roupa + clássica (que uso no trabalho) também compro por lá calças de ganga e t-shirts. O que eu não gosto mesmo é de me cruzar com pessoas com roupa igual á minha, ou ligar a Tv e nas noticias ter uma jornalista com um fato igual ao meu!Brincadeiras á parte, Viva a diferença! Não podemos ser todos iguais, eu por exemplo até me esforço por comprar roupa na Zara, que alguma até acho gira e barata, mas quando saio do provador já trago os botões na mão e a desilusão é completa!E enquanto que um fato na Massimo Dutti custa +/- 230,00€ e passado 2 ou 3 anos ainda o vestimos, o da Zara custa +/- 80,00€ e na estação seguinte já está fora de moda ou passou 2 vezes pela lavandaria e já não tem ponta por onde se pegue.
Quanto ao atendimento, tanto numa como na outra são impecáveis, a questão é que comportamento gera comportamento, e como eu sou uma pessoa simpática, apesar de muito chata e indecisa, ninguém me olha de lado nem quando saio ao fim de uma hora depois de ter experimentado 50 peças de roupa e não ter comprado nenhuma.

Carla Fidalgo disse...

Aos Colaboradores da Massimo Dutti quero apenas dizer: "Continuem simpáticos e disponíveis como sempre!.
Quem não gosta do serviço, da roupa ou da decoração da loja deve pura e simplesmente não a visitar...
Quanto a mim, vou continuar a ser Cliente sem complexos de superioridade ou inferioridade e a apreciar o atendimento quando o mesmo é de qualidade ou a deixar um reparo educado quando tal se justificar.

gaucha disse...

SER EDUCADO HJ EM DIA É CRIME??? USAR DE BOA EDUCAÇÃO PARA ATENDER SEUS CLIENTES VOCÊ VAI OFENDER??? HÁ E DETALHE, SE RECLAMAS DE DETERMINADA MARCA, FAZ UMA COISA SÓ, NÃO ENTRA MAIS LÁ, ASSIM VC NÃO RECLAMA E NÃO FAZ OS VENDEDORES PERDER SEU TEMPO. FEITO!!!

Anónimo disse...

Como um simples bom dia e um sorriso gera tanta confusão. Pois é, o problema está na cabeça de cada um. Por aqui se pode ver o que está dentro de cada pessoa. Uns têm raiva, outros de mal com a vida, enfim é só ler.....
Parecem os políticos, só dizer mal uns dos outros.Por isso é que este pais não evolui, com este tipo de mentalidade....

sara aires disse...

O comentário da Denise parece-me o mais sensato. É claro que não se pode generalizar, e certamente haverá funcionários e funcionários, assim como clientes e clientes...
Todos são humanos e têm boas e más atitudes. Também já senti algumas vezes um certo snobismo da parte de funcionários de lojas (mas de quaisquer Massimo Dutti, Zara, Bershka, ou mesmo de lojas multimarcas). Já passei por outras ditas de "alta costura" ou muito caras, onde também aconteceu das duas maneiras: boa e má.
No entanto, percebo que o blogger queira desabafar perante uma situação (que por azar ou não se repetiu) e que discorde do tipo de atendimento de uma loja. Somos livres ou não?
Pessoalmente também gosto mais de "ficar na minha" e tento mostrar isso de forma clara a quem me atende. Tento ser sempre simpática, até quando recebo antipatia.
Também tenho que atender público no meu trabalho, às vezes as pessoas mais simplórias que se possam imaginar... num contexto bem diferente de shoppings ou de comércio de vestuário. Vendem-se peças para máquinas. Exige-se uma paciência de chinês, e alguma confiança, pois infelizmente é um mundo ainda muito masculino. Mas acho que a boa educação (até quando nos "atacam") é a melhor maneira de lidar. Só resta dizer que normalmente dá resultado ser simpático para receber simpatia.

Boas compras.

Anónimo disse...

o gajo k fez este bçog e um palhaço!!!

Anónimo disse...

Boa noite!
Após leitura atenta de tantos comentários, alguns deles absurdos, fico mais orgulhosa em poder comprar algumas roupinhas na MD, porque as adoro!!!
As colaboradoras são super simpáticas, atenciosas e deixam-me à vontade para eu escolher, ver as novidades, preços, etc. Nunca me senti pressionada a comprar nada. Quantas vezes apareço na loja, cumprimento com um sorriso, perguntam se preciso de ajuda e eu digo"obrigada" e lá continuo a passear os olhos pelas peças lindas...e venho embora agradecendo novamente. A boa educação cabe em todo o lugar, não se recebe nas univeridades mas no bercinho. Portanto quem a não tem que vá mais vezes às lojas MD...incluivé para tomar uns chazinhos educacionais...lol

Anónimo disse...

COMENTÁRIOS DISPARATADOS,E DE QUEM N PERCEBE NADA DE LOJAS E ATENDIMENTO...SE SE ABORDA ,SOMOS MAÇADORAS,SE NÃO ABORDAMOS É PQ ESTAMOS ALI A PASSAR O TEMPO...
A MD TEM UMA IMAGEM E ATENDIMENTO PERFEITOS.QUEM NÃO GOSTA,NÃO VAI LÁ.LOJAS HÁ MUITAS!!!!
SOU GERENTE DE LOJA,JÁ PASSEI PELA STEFANEL,E OUTRAS MARCAS DO GÉNERO, E A MANEIRA DE ESTAR ACONSELHAVEL É ESTA

Anónimo disse...

Epah, desde já os meus parabéns João.
Tema divertidamente bem explorado, viva o ruído causado.
Vou de vez em quando a esta loja comprar umas peças e posso dizer que gosto do atendimento, simpático, que começa com o meu cumprimento, depois vem a praxe do "se precisar de algo" que de imediato respondo "tou a ver, obrigado" e sinto-me perfeitamente à vontade. E também tenho o mesmo à vontade na Gant, mesmo que aqui não compre quase nada (preços que visam um nicho de mercado).

Mas o importante é haver sempre uma atitude responsável por parte destes profissionais do atendimento em relação ao cliente, pois a estes deve a sua profissão.

Já agora, não existem 5 estrelas no guia michelin, como referiu um comentador.

Saudações

Anónimo disse...

Tou contigo João!!!

Penso não ser necessário dizer + nada....já anda muita gente aqui a navegar na maionese lol

Helder

Diogo Santos disse...

Concordo plenamente com este Post, este tipo de lojas realmente tem um atendimento excessivamente atencioso(na minha opinião "demasiado"), reparo também que apesar deste assunto todas pessoas que aqui comentaram não deveriam dar tanta atenção e importância à loja, infelizmente e embor indirectamente estão todos a contribuir para uma descrepância que cada vez mais se vem a identificar no nosso país.

Diogo Santos disse...

Ah! A razão pela qual aqui vim parar foi porque estava a procurar uma Sweat que comprei e a "colaboradora"(porque funcionária deve ficar mal em alguém que trabalha na Massimo) disse-me que a Sweat era da nova colecção mas não é nem no Site MassimoDutti se encontra, mas pela formação tão boa que recebem é para isso mesmo apenas vender.

Renato disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renato disse...

Senhor Diogo Santos, das duas uma ou o senhor não percebe nada de lojas de retalho têxtil, ou então sente-se mesmo inferiorizado pela marca, ou então é algo que vêm desde a infância.
Não digo que exista colaboradores como o senhor descreve, mas existe na massimo tal como existem na billabong, ou outra loja qualquer.
Quanto à peça, sim, e mais uma vez se o senhor percebe-se alguma coisa de moda, e não preocupar-se em só dizer mal, percebia que a nova colecção é quase que na totalidade constituída pela colecção de verão, como tal não se encontra nos sites nem catalogos pois esta ainda é a de inverno.

Cumps

Renato Martinho

Anónimo disse...

Que estupidez! Que coisa mais idiota e perconceituosa para se diser! Isso é so a falta de ábito da genta labrega.

M. disse...

Xiii, isto é que foi! Desculpa, estava a fazer uma pesquisa e acabei por vir parar aqui ;)
Já agora, a minha opinião: compro muitas vezes na MD para mim e para o meu marido, no Porto e em Gaia, mas não acho que os empregados sejam particularmente simpáticos ou disponíveis. Nunca achei que me olhassem com superioridade, mas alguns não disfarçam que estão a fazer um frete. Há lojas com atendimento muito melhor, como a Sacoor, mas penso que não se trata de lojas, mas sim de pessoas. Podemos ser muito bem atendimentos numa feira ;)
Bjs,
M.

Anónimo disse...

so uma coisinha para alguem que disse que "nao passam de camponeses..." querias era ter o dinheiro deles para ires à Massimo Dutti... mas como nao és camponês, nao o tens... la por trabalhares num escritório ou coisa parecida, achas-te muito rico...

Blanca disse...

Meus Amigos...a mássimo dutti é apenas mais uma marca para as grandes massas, que tem produtos de qualidade acitável a prelos competitivos! Se querem falar de marcas de luxo, falemos dos armazens americanos como, a Saks Fith Av, ou Bergdof& goodman, Blomingdale's... só mesmo para quem nunca saiu deste país é que pode considerar a mássimo dutti uma marca de luxo! Devo referir que já denotei uma certa arrogância de certos colaboradores desta cadeia de shopping (porque não passa disso mesmo) porém, passa-me ao lado, pois já estive em lojas "upscale" em que cujo atendimento foi cordial, e de uma simplicidade qque quase me fez sentir em casa!
Amigos, a massimo está numa liga muito "mainstream"portanto ignorem esses ditos colaboradores cuja excitação do dia é vestirem um fato e lamberem as botas de pseudo ricos! Risos:-)

Emma Goldman disse...

O que mais me intriga nisto tudo é a quantidade de pessoas que efectivamente chegam a casa, ou pior ainda no seu próprio emprego ( em vez de estarem a realizar as funções que lhe competem) perdem tempo a debater um assunto tão irrelevante como este.
Deve ser por isso que o Sócrates foi reeleito.
Depois de tanto burrice que fez. E continua a fazer.
Quanto à questão de eu própria estar aqui a perder tempo com esta insignificância, a razão principal é porque ao pesquisar "lojas massimo dutti" (para encontrar uma peça de roupa que está esgotada na loja onde vou habitualmente) deparei-me logo com este blog. A segunda é porque me indigna tanta apatia social nos tempos de hoje, em contraste com um crescente interesse em assuntos cada vez mais banais.
Mas tudo bem, somos todos diferentes e não temos de ter todos os mesmos interesses ou preocupações. E não temos todos que mudar o mundo. Sobretudo numa causa tão nobre como esta.
Quanto à arrogância inata com a qual algumas pessoas parecem nascer, ou pior ainda construir como uma espécie de carácter à medida que envelhecem, como se isso fosse um qualquer atributo pessoal que as muda de escalão nada há a fazer. É triste. Seja na massimo dutti, seja na fashion clinic, seja na Srº costureira de um fim do mundo qualquer, vamos ter sempre que nos deparar com tal espécie. Não evoluída. Por isso, é deixá-los ser.
Entrem na Massimo dutti, entrem na Louis Vitton, entrem na Marc Jacobs, na feira da ladra , ou no restaurante ou club da moda onde a nossa sociedade de aparências gosta de exibir os seus polos e carteiras contrafeitas ( feitas numa cave qualquer num país subdesenvolvido por uma criança da mesma idade como a que trazem pela mão ) como e unicamente vocês mesmos. E quem não gosta, que se lixe.
Algo se há-de aproveitar. Algum ser humano. Num mar tão imenso de imitações. Acredito eu.
E não me apetece perder mais tempo com isto.
;)

Anónimo disse...

Querida Blanca, não me parece que saiba o custo de uma cadeiazita de lojas de centro comercial caso contrário não estaria a dizer baboseiras. Pessoas como a sra deviam ser interditas em qualquer lojinha de centro comercial e outras, pois deve ser insuportável de aturar por isso é que todos os clientes que vêm depois de si levam com o mau humor dos funcionários!! Se costuma frequentar lojas xpto lá fora porque é que não me faz um favor e fica por lá, de preferência calada pra não dizer asneiras. Os desgraçados trabalham ao fim de semana feriados, vésperas de Natal e outros e ainda por cima têm que aturar clientes como a sra que deve olhar de lado para eles, não deve cumprimentar ninguém, não deve comprar nada e ainda os faz sentir-se mal com toda essa arrogância e superioridade. Pessoal da MD despeçam-se porque esta sra os fez sentir mal, olhou para vocês de lado e de cima abaixo e agora não podem entrar na MD. Tenha paciência porque a minha já esgotou com pessoas como a sra.
Já agora, fui uma colaboradora Decenio e sei bem o que custa aturar bandos de emproados com a mania que têm dinheiro e dondocas com o cabelo todo chungoso mas com malinhas Luis Vuitton que esperimentam roupas e as deixam com cheiro a suor retrasado. Venham os "simplórios" que esses sim, pelo menos não tapam o que são com o que gostariam de ser, gastam mais que os emproados supostamente endinheirados e não pedem desconto no fim. Trabalho numa empresa bastante conceituada neste momento ganho bem posso comprar roupa onde quiser e devo um obrigado á Decenio que me deu bases e me ensinou a controlar para não dar uma cabeçada de vez enquando em certas tias mal educadas que me apareciam á frente. Já agora um conselho: trabalhem numa loja do genero uma semana e depois sim façam os vossos comentários.

Boa tarde, obrigada e voltem sempre :)

*Excitação do dia era deixar ir um alarme na peça que comprou para que fizesse uma chinfrineira á porta e a fizesse passar por ladra. Adoraria essa pequena vingança inocente :):)risossssssss

Pedro disse...

Boa Tarde,

Ontem fui mal atendido na Massimo Dutti:

1 - Na verdade nem sequer fui atendido.

2 - Fui eu próprio que, ao entrar no estabelecimento, saudei os presentes.

3 - Fui olhado de cima a baixo por levar toneladas de roupa para os provadores.

4 - Ao pagar 459.90 € passei a ser levado ao colo. Antes disso, as minha levis engineered e all star classificaram-me noutra categoria.

Bom, posto isso, convém dizer:

Fui funcionário Inditex e Massimo Dutti. Para ser franco, actualmente já não compro assim tanto na Massimo Dutti, mas devo reconhecer que mantém uma boa relação qualidade/preço. Não obstante o figurino, decoração, top models ou não, eu EXIJO ser atendido, saudado e acompanhado nem que vá de havaianas.

E isto é o que nos separa: eu entro como estiver apresentado, onde quer que me apeteça, e exijo tratamento semelhante ao do boneco ken que acabou de sair do solário e quer uma camisa preta para sair nessa mesma noite. Não tenho qualquer tipo de complexo.

Relativamente à apresentação do funcionário cool meus amigos, e com base na minha própria experiência enquanto colaborador, muitos deles têm apenas aquele fato (FARDA DE TRABALHO) e no seu dia a dia andam de Nike Airmax.

Quanto à polémica aqui gerada, dizer a alguns ilustres imbecis o seguinte:

Opiniões não se discutem, ou seja, cada um tem a sua ponto final.

Se há algo que me "perturba" é um individuo pseudo-democrata que se dá ao desplante de criticar uma critica feita por terceiros, em vez de apresentar o seu próprio comentário sobre o assunto.

Por fim, resta-me apenas dizer o seguinte:

Da-me a sensação, até pela familiaridade de certas caras, que o Grupo Corte Inglês absorveu/Absorve/Absorverá os melhores colaboradores de lojas como a Massimo Dutti. Pelo menos em Gaia e no Porto foi assim. Ao mesmo tempo, exercer funções nessa loja foi, em tempos, motivo de grande orgulho...hoje em dia nem por isso. Esmiuçado, são vendedores de roupa encanados/fashionable, mas mesmo assim vendedores de roupa. E jovens com talento, cérebro e ambições não o quererão ser toda a vida ...

No Dolce Vita do Porto por exemplo tem bom atendimento...no Gaiashopping é mau..decadente. Há de tudo...Quanto ao preço deixo aqui uma pequena lista de marcas que rebentam qualquer tabela de preços, sem atendimento de qualquer espécie e objecto muitas vezes de espaços multi-marcas:
Diesel
Replay
Tommy
Cortefiel
Sacoor (Meu Deus..)

.....

Anónimo disse...

Trabalhei numa loja Decenio e sinceramente existe gente muito ignorante,fútil neste mundo...posso dizer que trabalhava fns de semana,feriados e 8horas ou mais em pé de sapatinhos de sola vejam lá que confortavel...simplesmente temos ordens para cumprir e comissões individuais pra atingir!!!Quem não atinge as comissões é quase como me dizerem que estou perto de fazer as malas da loja e rua...até a merda de perguntar se precisa de ajuda é uma obrigação exigida pela empresa e pelos cromos e burros dos gerentes...pra quem se acha superior e com dinheiro que use um bom gel de banho pra quando for experimentar roupa não cheirar ao suor..pra quem defende que não se pode criticar as lojas onde se trabalha e defende os patrões só pra dar graxa e ficar bem vista tem uma solução que é colocar a cabeça debaixo de agua durante 15min e ver o que acontece a seguir...não aprendi nada na loja Decenio que trabalhei antes pelo contrario só desaprendi,salario entre os 600-650eruos a correr bem,equipa de merda,"colegas" de merda obsecados com as comissões,mau ambiente muitas vezes quase andavam à chapada por causa das vendas,gerente burro como uma porta que nem um e-mail sabia mandar quanto mais fazer uma tabela de preços no excel,funcionárias que falavam mal de clientes,gerente, supervisor e deirectora comercial de xaxa(com aspecto de freira pata xoca)e depois pela frente lambeam-lhes o cu e graxa valente... supervisor lambão que dava beijos ás funcionárias ao comprimentar que mais parecia que as queria comer,pressão psicologia para vender,objectivos de merda com valores absurdos para cada funcionario vender por mês,clientes bue xatos e uns tesos armados em ricos e cheios de dividas...por isso quem acha esta gente é superior...que alguns nem o 12ªano tinham,com o 9ºano e mal.

Anónimo disse...

eu trabalho na massimo dutti e digo.
os chefes obrigam a tomar atençao aos clientes. UMA LOJA CLASSICA E DIFERENTE DE UMA LOJA DESPORTIVA. para quem nao sabe. aqui so vejo blá blá blá, mas pensam que estao numa feira la dentro, mas nao. massimo dutti e uma loja classica em que se puxa mais pelo respeito, simpatia que nao se ve nas outras lojas, sabedoria, opiniao e estilo. se nao gostam há mais lojas no pais nao e precizo chorarem

saninha disse...

ahahhahahahaha....ehehhehehheh.....ahahahahahahah.....não aguentoooooo!!!ihihihhhiihihihiihihihiahahhahah

Anónimo disse...

LOL, os funcionários das lojas da MD são gente pobre, quem lá faz compras tem bem mais dinheiro que os funcionários. Complexos!?
Já fui funcionário de uma loja semelhante e sentia que isso acontecia e achava engraçado. ps: sou pobre, foi só uma observação.

Lídia disse...

HELLO!
Gosto de fazer parte da familia Massimo Dutti!
Beijos a todos!

Façam uma visita á loja no Espaço Guimaraes!

Bruno Cardoso disse...

Olá boa tarde,
Tem graça, estava eu a procurar informaçoes sobre a Massimo Dutti, pois felizmente fui escolhido para fazer parte da Equipa MD do Oeiras Park, e deparei-me com este Post.

Fiquei tambem espantado com as opiniões de certas pessoas, porque na verdade eu sempre gostei que me viessem perguntar se precisava de ajuda, pois posto isto, despachar-me-ia mais rapidamente, e provavelmente quebraria a barreira entre cliente/colaborador, porque uma coisa que gosto, é estar a vontade com uma pessoa, neste caso com o colaborador...

Vamos la ver se me corre bem o tempo que la trabalhar (começo hoje O.o) e espero de facto, que me calhem um dia como cliente, porque aí poderei mostrar que da mesma maneira que cada cliente é diferente, assim os colaboradores também o são ;) basta quererem

Anónimo disse...

Engraçado que, eu como cliente já não admiro em nada estar sempre a ser perseguido pelos colaboradores quando estou numa loja...torna-se bastante irritante e muitas das vezes acabo por sair da loja quando isso acontece...as empresas que se mentalizem que nao é o colaborador que me vai fazer comprar,nem pela sua simpatia nem pela dua disponibilidade!!!
Quem manda no meu dinheiro sou eu,por isso só compro se realmente gostar,tentarem me dar a volta para comprar comigo nao resulta!
As opiniões são relativas...
E realmente já entrei numa loja decenio e ao efectuar o pagamento no balcão já me deparei com as funcionárias a discutir sobre de quem seria a venda supostamente"da minha compra",isto já para não falar de ser atendido três vezes num espaço de 5 minutos pelos colaboradores da loja...é completamente absurdo!
Penso que nesse aspecto a Massimo Dutti supera a Decenio em todos as circunstâncias!

Anónimo disse...

Isso é complexo pah. a massimo dutti nao é mais do que as outras lojas. Por acaso fui la hoje e fui vestido normal nada formal nem chuique e ninguem me olhou de lado nem nada desses comentarios postados. Fui lá tranquilo nada de pressoes... uma loja como outra qualquer. isso é psicologico pessoal

Anónimo disse...

mas quando acontece ser pressionado acabou por sair da loja e bastante irritado, pois gosto de tar na minha sem pressoes, nas calmas a escolher o que me agrada, nao sou muito dado a opinioes, secalhar infeleizmente mas nao gosto de pressoes

Anónimo disse...

este blog vai fazer 3 anos .. waw!

Anónimo disse...

Compro frequentemente na Massimo Dutti. Gosto da relação qualidade preço, enervo-me com os tamanhos que são um bocado inconstantes, sou indiferente à decoração das lojas ou à indumentária dos colaboradores. Sempre fui bem tratado... mesmo quando vou de jeans coçadas e/ou rasgadas. Já tiveram comigo duas das atitudes mais simpáticas de sempre em lojas de pronto a vestir. 1- Eu tinha olhos para ver que o fato não me ficava bem, e que não correspondia à descrição que inicialmente tinha feito do que procurava. O colaborador disse-me com toda a naturalidade que a Decénio tinha um fato na montra que eu iria gostar. Gostei muito da atitude. 2- Comprei um colete de pele. Tinha direito a arranjo. O conselho foi para guardar o talão e pedir o arranjo mais tarde, quando a pele já tivesse cedido um bocadinho. Também gostei muito da atitude. Moços e Moças... trabalhar numa loja a atender público não é fácil. Há quem lá vá à espera de ter os pés beijados e algumas partes da anatomia lambidas. Suponho que seja desgastante. TEM que ser desgastante. Fácil fácil é escrevermos aqui o que nos apetece dizer. E mesmo nisso já nos portamos mal. Há necessidade de achincalhar alguém, gozar com erros, etc, etc? Sinceramente... cara a cara ninguém fala assim porque, tristeza das tristeza, levar umas chapadas ainda é a única coisa que mete medo a alguns. Atinem-se...

Patrícia disse...

Boa tarde!
A primeira vez que entrei na loja de Coimbra para comprar mesmo, gastei 400€ na secção masculina. Quando entramos na loja nenhum funcionário sabia o que queria comprar nem quanto iria gastar. Se nos fossem a julgar pela apararêcia não iriamos gastar 1 cêntimo que fosse. À medida que entravamos na loja todos os colaboradores nos cumprimentavam e o meu marido disse «esta loja é toda chique mulher!!», ao qual lhe respondi que era muito gira e tinha peças que ele ia gostar. Tinha iniciado uma nova actividade profissional e precisava de roupa adequada à profissão: fatos! Ora o mais engraçado é que a loja estava cheia de senhores e senhoras «chiques» e não me levem a mal, mas aquele sentimento de inferioridade de que os colaboradores são acusados de nos fazerem sentir, as senhoras «chiques» (clientes)é que nos fizeram sentir. Incomoda sim, um pouco, tenho de ser sincera, mas com um limite... Afinal estavamos ali para gastar mais dinheiro com certeza do que muitos «chiques» que se encontravam na loja. Quando nos dirigimos ao que queriamos mesmo, o colaborador que veio ao nosso encontro, no fim de nos cumprimentar, perguntou se precisavamos de ajuda, ao que respondemos que estavamos a ver e que se precisassemos diziamos. Deixou-nos completamente à vontade, em momento nenhum nos sentimos controlados nem intimidados para mexer e ver o que quer que fosse. Passado algum tempo pedimos a ajuda oferecida que nos foi prestada com toda a simpatia e de modo algum nos pareceu impostora. Adorei ser bem tratada. Não houve nenhum exagero. O sentimento de inferioridade de que se fala aqui não foi transparecido pelos colaboradores mas sim pelos próprios clientes; muito poucos, mas alguns!! Já tenho ido mais algumas vezes à loja, até para comprar peças para mim, e outras para não trazer nada. Já fui tanto à loja do Dolce Vita como à do Forúm Coimbra. Já fui apenas ver «como paravam as modas» e sempre fui muito bem recebida e atendida. Já fui muito mal atendida numa outra loja por causa de uma blusa de 99€, que ai sim, a funcionária que me atendeu, aliás, não me atendeu, tratou-me com um desprezo completo... Só para verem, quando lhe disse que queria ver uma blusa que estava na montra ela respondeu-me: «aquela de 99€?», disse que não sabia o preço, mas que era branco pérola e que parecia de seda. Nem resposta me deu, foi buscar a blusa e colocou-a em cima de um pequeno balcão no meio da loja. Nem mexi na blusa, virei costas e fui embora. Isto é que é muito muito mau... Apenas porque ia naqueles dias em que não nos apetece vestir nada, nem sequer sair de casa, mas temos de ir e vestimos umas calças de ganga e uma camisola, a primeira que vem à mão e apanhos o cabelo com um elástico que é de uma cor completamente diferente da cor da camisola (se é que me faço entender) e lá vamos nós... Até ia para comprar a blusa mas com um atendimento tão personalizado não fui capaz!! Fui lá mais tarde... Num daqueles dias que acordamos com tudo, com a auto-estima no máximo... Acho que todas as mulheres me entendem, e lá vou eu à tal loja. A menina toda gira e bem vestida pergunta: «posso ajudar?», eu disse que sim. Quero ver isto e aquilo e mais aquilo e... mais aquilo. No fim não comprei nada!
Com tudo isto quero dizer que concordo que há lojas em que nós entramos e sentimo-nos um pouco menos à vontade, mas acho que a Massimo Dutti, e em especial as de Coimbra (também são as únicas que conheço) não é de todo uma delas... Quando entro numa loja ou em num restaurante ou onde quer que seja, se não me sentir saio e não volto. Acho que assim é que é.
Cumprimentos a todos e espero que continuemos todos a ter dinheiro para ir onde nos apetece, sejam lojas caras, baratas, arrumadas, desarrumadas... Onde quisermos!!!

vovó disse...

nao sei qual e o problema das pessoas... eu quando entro numa loja seja massimo dutti ou outra qualquer, quando se aproximam de mim eu digo: obrigada quero ficar sozinha. basta isso e ponto final.

Anónimo disse...

Penso que não me expressei muito bem no post acima dizendo que a Massimo Dutti supera a Decenio...eu queria dizer que em todos os aspectos prefiro ir as lojas Massimu Dutti...que em todos os aspectos supera positivamente,já a Decenio nem por isso!

Anónimo disse...

Porra, que gajo tão triste que tu és....

Anónimo disse...

sou triste sou...quando olho pra tua cara da-me tristeza de ver um parolo como tu!!!

Anónimo disse...

e antes ser triste que um OTÁRIO como tu ze tone

Anónimo disse...

Não tenho por hábito ler blogues. No entanto, à procura de um artigo da massimo dutti, entrei neste e comecei a ler...
Só tenho duas palavras: Estou maravilhada!!!

Anónimo disse...

Bem realmente o que o Sr. João foi arranjar, olha arranjou uma discusão que vai levar anos e anos para acabar.

Cada um interpretou a história á sua maneira e foi atingido/a de alguma forma, pegou numa ou outra palavra e dai surgiu problema "medo" os nossos medos...

Fiquem bem,
lyan

p.s. a luta continua....

Anónimo disse...

Incrivel! Passados 3 anos este post contiua com alma e vida! :)

Anónimo disse...

este blogue ainda dá panos pra mangas lol

Anónimo disse...

Embora já com quase 3 anos, não posso deixar de achar o post original digno de comentário. Claramente que o problema não está na loja nem nos colaboradores mas sim no seu autor, o qual, devido a uma muito provável falta de auto-estima tende a sentir-se julgado pelo mundo que o rodeia, como qualquer criança quando faz asneiras. De onde se conclui que na verdade, talvez a Massimo Dutti, prezando tanto pelo excelente atendimento como bom gosto e pela qualidade das suas peças de vestuário, não seja a mais adequada a consumidores com um perfil de tão elevada ...imaturidade. Mais ainda, gostaria que pensasse simplesmente que se a Massimo Dutti e os seus colaboradores lá estão, é devido a todos e a cada um dos seus clientes, pelo que não faria sentido senão na sua cabeça, uma tal "conspiração". De certo modo, este post é revelador de que algumas marcas são só para algumas pessoas...

Anónimo disse...

Das duas uma,ou você aí em cima deve engolir muitos sapos no seu dia-a-dia ou então é esta empresa que lhe paga o seu ordenado ao fim do mês pra vir para aqui chamar imaturas ás pessoas que simplesmente dão a sua oipinão..esta loja realmente dve se adequar a pessoas só como o sr mas não se esqueca que a massimo dutti pouca diferença faz em relaçaõ á qualidade que a zara apresents visto que lidamos com artigos fabricados na china...vou então descrever o seu estilo de comunicação que mais se adequa á sua maneira de ser pela resposta que deu...passo a descrever:

O ESTILO PASSIVO é um comportamento que evita as pessoas e as situações. A pessoa passiva submete-se aos outros, evita conflitos e não sabe dizer não. Sente-se bloqueada perante um problema e tem medo de tomar uma decisão pois receia as consequências.
O indivíduo Passivo, normalmente, apresenta sinais de nervosismo e ansiedade tais como:
- roer as unhas;
- bater com os dedos na mesa;
- mexer frequentemente os pés;
- insónias;
- um riso nervoso.

O Comportamento Passivo pode ter “origem” numa educação severa e numa baixa Auto-estima.

Anónimo disse...

boas.
de momento trabalhos para essa marca e digo uma coisa. tem a fama de pagar mais e melhor das lojas desse dito shopping, mas .............
recebo o ordenado MINIMO, mais subsidio refeicao, horas nocturnas 0.63€ HÁ HORA e as comissoes sao sao mais 50€ no finao do mes.
resumindo e concluindo eu recebo uma media de 600/700€ por mes.
estou a acabar o 3º contrato ee vou pirar-me dali, porque metade é prá gasolina

Anónimo disse...

pois...esse ordenado é exactamente igual ao que os funcionários da marca Decenio ganham...só tem é nome porque são uns altos chulos...tudo muito bonito pela frente e por tràs a pagarem mal e porcamente aos empregados...mas muito empregados acham estes chulos empresas de futuro!!!
Não vejo lá os chulos da administração ao fim de semana nem aos feriados,e a pagarem 10 euros por mês de subsidio nocturno, e um gajo a gramar até á meia noite e uma da manhã?!Shoppings agora só se for pra passear...quem quiser que vá pra lá ser explorado porque eu nunca mais!

N.! disse...

Credo…já vi que a sua opinião (sim, porque é disso que os blogs tratam, embora muita gente não o queira assumir) provocou muito burburinho!
Confesso que não li todos os comentários, mas li o suficiente para perceber que há gente com palas como os burros e que só consegue olhar para a frente! Concordo plenamente consigo! Já trabalhei numa empresa do grupo inditex e devo dizer que esse tipo de atendimento é-nos exigido, não por todos, mas por muitos gerentes. Como cliente, não podia estar mais de acordo. Dá vontade de dizer, “olhe, posso ver a roupa à vontade ou vou ter que pagar bilhete?”.

Ana Cordeiro disse...

Parvoíce... Presos por ter cão e por não ter!
Não acho que dêm demasiada atenção, a verdade é que estamos habituados a ter um tratamento de m&*!"#$# nas lojas que quando temos a atenção devida estranhamos: dou um exemplo pela qual passei: entrei um dia numa filial da Mango uma loja com preços muito similares á Massimo Dutti, os tops da Mango são o mesmo preço, as calças de ganga da Maasimo Dutti são mais baratas que as da Mango... Enfim... só para dizer que entrei na loja deparei-me com duas funcionárias com a barriga encostada numa mesa e nem boa tarde disserem, tirei uma peça de um cabide perguntei se tinha outra cor e qual o meu espanto de ver que muito contrariada a funcionária pegou na peça de roupa bruscamente da minha mão, não disse uma unica palavra e apenas suspirou num acto de tédio puro e virou as costas... São por estas e por outras que agradeço a atenção e educação das funcionárias da Massimo Dutti!!! Bem hajam!

Anónimo disse...

Aí discordo de si, Ana! Ou eu tenho muito azar ou nas lojas MD onde vou, sobretudo na do Gaiashopping, o atendimento é do pior que já vi, ao ponto de ter deixado de comprar dessa marca. Substitui-a pela Sacoor, onde são super-simpáticos, e os preços são semelhantes, mas com melhores acabamentos. Nessa MD, já me aconteceu dizer boa tarde ao funcionário da caixa, que não me respondeu, nem olhou para mim enquanto registava a peça, na secção de homem; e já me entregaram o talão da caixa colocando-o sobre o balcão (e, perante o meu ar de surpresa, a tipa depois empurrou-o com o dedo na minha direcção...). Nunca tive bom atendimento nessa loja desse shopping nas inúmeras vezes que lá fui. Loja riscada!
Maria

Anónimo disse...

O conceito de marca e atendimento da Massimo Dutti é excelente... se por acaso em algumas lojas não o põem em prática ou se há clientes que não gostam que seja posto... pois então... há mais marcas no mercado... =) se todos gostassemos de amarelo... =/

Anónimo disse...

Bom antes de mais, já fui colaborador duma loja do genero, em que para alem da simpatia e atendimento personalizado, era OBRIGATORIO andar atras do cliente, como se duma loja de chineses se tratasse =/
No entanto, não me parece que seja o caso da Massimo Dutti, muito sinceramente!
Claro que varia de pessoa para pessoa, havendo bons e maus funcionarios... sempre assim foi e sempre assim será, uma vez que tambem existem bons e maus clientes (relativamente a atitudes)! É normal que exista a sensacao de estar a ser observado, não se pode agradar a Gregos e a Troianos, porque o que para uns é ser prestavel, para outros é ser chato, depende da necessidade de cada um lol... daí respeitar a sua opiniao! ;) Acho que a relação entre funcionario/cliente não deve cair no exagero, porque "menos é mais" e na maioria das vezes um simples "bom dia :)" faz toda a diferença! Embora o "menos" em algumas das vezes seja igual a NADA, em outras marcas lol
Resumindo, concordo com o atendimento da MD, desde que o colaborador saiba ser VERDADEIRAMENTE simpatico e afavel para com as outras pessoas, não caindo na má atitude ou no exagero! "No meio está a virtude!"

Anónimo disse...

Boas, já viram o que é trabalhar nessa loja, tipo andar de fatinho toda janota, andar a fazer um serviço 5 estrelas, ajudar em tudo deixar o cliente a dar uma boa imagem e depois ganhar uma recompensa de ordenado de m****
eu trabalho nessa loja e cada ano que se passa menos ganhamos, a minha irmã trabalha nas caixas registadoras do continente e ela ganha mais de 100€ a 200€ que eu. SE NAO FOSSE A CRISE EU JA ME TINHA CAGADO PARA TRABALHAR PARA A MASSIMO DUTTI
os gerentes sao escolhidos a dedo, so todos solteiros com 30 e tal anos em que só pensam em mal aos funcionários, a minha gerente já irritou uma colega minha que teve de abortar, depois outra colega teve de meter baixa por ataques depressivos e á poucos dias foi outra colega tambem de baixa por andar mal da cabeça, ela andava sob acalmantes. TODAS elas foram ao tribunal do trabalho apresentar queixa e la disseram: Uma empresa tao grande, nao vale a pena fazer queixa, isso vai ficar em aguas de bacalhau.

abraso a todos a vida é dificil

Anónimo disse...

os gerentes escolhidos a dedo...dizendo em bom português "cunha",sim porque quando trabalha numa loja, o otário do gerente da loja tinha menos escolaridade do que eu e lá andava o boi a fazer-se de obcecado e isto e aquilo...desconfio que em casa na cama não assistia a parola da mulher só a pensar na loja e em como prejudicar os funcionários,pois era um péssimo gerente e um pau mandado,se lhe dissessem que tinha que dar o cu ele dava...
Lojas agora?Só para ir às compras.

Anónimo disse...

Fucking ridiculous! LOOL Coitadas das ressabiadas empregadas de loja cheias de base laranja na focinheira armadas em tia e a terem de aturar tesos com a mania que são ricos. A massimo dutti é só uma lojeca de shopping! qq dia criam um blog a criticar o atendimento na feira de carcavelos!! ai leloooooo!!!!!
Bunch of loosers wasting time in this shitty blog! LOOOL

Anónimo disse...

funcionárias cheias de base na cara e feitas santinhas mas pra dar umas quecas no provador ou no no parque com os clientes estão sempre prontas...

Anónimo disse...

funcionárias cheias de base na cara e feitas santinhas mas pra dar umas quecas no provador ou no no parque com os clientes estão sempre prontas...

Discriminada disse...

Foi trabalhadora-estudante,sou mestre da Universidade Técnica de Lisboa e trabalhei no Supermercado Continente; tenho experiência e formação na área de vendas e não me aceitaron na Massimodutti porque tenho mais de 30 anos de idade (32). Como é que uma empressa pode ser boa se discrimina as pessoas? Tenho uma apariência jovem e mesmo assim sou discriminada pela Massimodutti, Zara, etc. Não quero trabalhar em uma empresa que pratica a discriminação.

Anónimo disse...

olá. Não estou estupefacta em relação aos comentários por cada um tem a sua opinião e não devemos julgar as pessoas. Sou cliente da Massimo Dutti há alguns anos e tenho opiniões positivas e negativas, como tudo na vida. Mas esta semana estava eu com o meu marido numa das lojas no Porto e para meu espanto, vejo duas funcionárias a gritar uma com a outra, estava eu na caixa aguardar para pagar e vejo uma delas a dirigir-se à outra (que estava na caixa) e à frente dos clientes, diz-lhe que nunca mais lhe grita e manda nela. Eu pergunto, é aceitável estes comportamentos, seja onde for? Pois digo-lhes se fosse gerente de loja, deixava-as atender as clientes, chamava-as ao gabinete e dizia-lhes que se não têm formação e educação acima de tudo, vão para a rua porque não faltam pessoas, quer com menos de 30 ou mais de 30 anos à espera de oportunidades e com educação. Nós clientes devemos ter o maior respeito por estas pessoas que estão a trabalhar, mas somos clientes e também o merecemos.

Pedro Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Ribeiro disse...

Na minha opinião, respeito toda a sociedade, cada um tem toda a liberdade de expressão, mas há certas coisas que eu penso que devem ser ditas. Eu comecei no ano passado a comprar na Massimo Dutti. Felizmente, comecei a ter mais possibilidades e comecei a consumir lá. Antes de tal acontecer, eu andava iludido, achava que essa era a melhor loja do Mundo, etc., etc. Porém, quando comecei a dar o meu dinheiro lá, comecei a dar mais atenção em certos factores, como o atendimento, a arrumação, e entre outros. Digamos que comecei a "abrir os olhos". Notei, gradualmente, que se riam de mim "por trás das minhas costas", que achavam-me ridículo devido à minha idade, talvez, e não me tratavam da mesma maneira. Quando vejo que há muita "risada", saio da loja, não "a" vendo, lá fico. A partir do momento que lá iniciei compras, vi que há que ter atenção aos sítios aos quais onde nós estamos, pois isso é de facto importante. Agora, sempre que vou a uma loja, tomo em conta aspectos como o atendimento, a atenção, a organização, e por aí além. É fundamental atentarmos em certas situações ou em certos casos. Tudo isso conta. Não gostando de algo, têm sempre um Livro de Reclamações "à vossa mão" para reclamarem ou falem com o empregado, pelo qual estão a ser atendidos, ou com o gerente do estabelecimento.

Anónimo disse...

102 comentários num post destes que já leva anos!! Sim senhor, parabéns, tens audiência e isso é bom.

Só uma "achega". Claro que gosto de gente simpática, lojas bonitas e tudo o mais mas sinceramente não me apoquento muito com o facto de serem ou não simpáticas.

Mas queria contar um episódio:
entrei na loja do Cascais Shopping para dar uma vista de olhos. Vi uns sapatos em saldo que não precisava e que eram altos demais para o que costumo usar. Mas com o preço a que estavam fiquei tentada (23€).

Passado dois dias fui convidada para um casamento e logo pensei "que pena não os ter comprado". Como sou de ideias fixas, liguei para lá e perguntei se por acaso ainda não estariam por lá. A menina perguntou alto a outra colega e respondeu que não. Estranhei a rapidez e pensei, que pena!

No regresso a casa tive de ir ao Shopping comprar algo que o meu filho que me tinha pedido. Por descargo de consciência fui lá. Estavam lá. Os mesmos (tinham um risco na sola que reconheci). Quer ajuda? Não!

Paguei, referi o assunto, perguntei senão queriam vender e saí com os sapatos novos.

Estranho não é?
Rita

Anónimo disse...

A MD da Antonónio Augusto Aguiar, em Lisboa, é uma autentica desgovernação. A tal ponto q até a gerente se dá ao luxo de, estar na caixa, atender as amigas que levam 4 peças de roupa, e ela so regista 3!!!!

Trabalho no corte inglês há 5 anos. Confesso que nunca vi aquela massimo dutti como de há 2 anos p cá.

Anónimo disse...

Que a MD é umas das minhas marcas favoritas não vou negar. Mas é certo que não fica bem a ninguem em nenhum loja ou feira ouvir um colega mandar dar uma curva em explicado a três outras colegas na loja e o facto de algumas dessas funcionarias fazerem o seu perfil fotografico no facebook com roupas da MD e dizerem aos quatro ventos que usam, lavam e voltam a colocar em exposição. Desententiva qualquer possivel comprador até para quem gosta. Se chamam a isto rigor e criterio de recrutamento fará se o tivessem um bocadinho mais baixo. Enfim.

Antonio disse...

Se isso é verdade, então denúncia os abusos..

Anónimo disse...

Por acaso isso de vestirem roupas da loja e depois pô-las à venda é bem verdade...já trabalhei numa loja chamada Decenio no Porto e isso acontecia com bastante frequência!!!

Anónimo disse...

pior que isso é o compadrio em certas lojas. onde certas funcionarias combinam c as amigas. As amigas fazem-se de clientes, e n se registam as peças todas. em 3 peças regitam 1 e fazem de conta q registam as 3. Conheço o caso da antonio augusto aguiar. alis no corte ingles toda a gente sabe

Anónimo disse...

Sinceramente os funcionarios só fazem o que é exigido deles.Sei de caso que muitos não concordam com certos regulamentos impostos por gerentes inquisidores.Mas contudo fazem o seu trabalho de forma a agradar a Gregos e Troianos para não perderem os seus empregos.
Eu era um cliente da Massimo Dutti e principalmente de duas lojas,Colombo e V.Gama. Essa última depois de reformulada parece estar a ser derigida por um bando de imcompetentes e mal educados para os seus colaboradores.Face ao que eu presenciei não uma,nem duas vezes,só me resta dizer que de lindo nessa loja só a montra.
O.B.S- Quanto a roupa tb vem dos mesmos fornecedores da zara...só muda o conceito.

Anónimo disse...

Boa noite.
Possoa adiantar que sou um colaburador Massimo Dutti e tenho muito gosto em o ser.
MD forum montijo...
Respondendo aos primeiros comentarios, nós vendedores não queremos de forma alguma deixar seija qm for constragido...
Apenas saudamos o cliente e exclamamos que se o cliente precisar de qualquer tipo de ajuda que disponha, porque estamos la para ajudar...
...Passando a frente...
Lamentos os acontecimos nas MD do vasco e da augusta aguiar...
Aqui no montijo que eu saiba nc aconteceu tal coisa... 
      ....Zara e MD...
Pode existir parcenças na coleçao o que é normal, eu gastei 600€ a comprar um iphone4 mas existe mais barato e muito parcido "samsung galaxy S"mas a qualidade nao é nem de longe nem perto a mesma... 
0 fornecedor pode ser o msm mas a qualidade dos tecidos ja nao é a msma, o facto do fornecedor ser o msm n quer dizer q o produto é o msm... Por exemplo o fornecedor da "ola" marca de gelados é o msm q fornece "iglo" marca de alimentos congelados... A "sumol" marca de refrigerantes fornece tbm "luso" marca de aguas, "joy" marca tbm de refrigerantes, "sagres" marca de cerveja...
E para que percebam melhor a ola por exemplo fornece produtos congelados, a sumol fornece varias marcas de bebidas...
E o fornecedor da MD tbm fornece a zara porque ambas as marcas sao do msm ramo, ROUPA...
  ... Diferença de qualidade...
Uma malha MD pode custar entre 120€ e 55€, enquanto que uma zara custara entre os 70€ e os 40€, mas uma malha MD é constituida por caxemira e seda  ou caxemira e algodao em quanto que uma malha zara ja nao é bem, é mais a base de materiais sinteticos..
MD é uma grande marca e tem um bom atendimento, é lógico q nao podemos agradar a todos, nem todos gostam de vermelho, nem todos podem ser patroes... A diferença faz o equilibrio economico e tbm comercial...
Obrigado a todos e bons comentarios...
Emanuel lopes MD forum montijo

Anónimo disse...

Juntar o útil ao agradável é termos o nosso ordenado de trabalho e ganhar dinheiro pela net...entrem no link http://www.publipt.com/pages/index.php?refid=joel e começem já a ganhar dinheiro pela net através de clicks.

Anónimo disse...

Comentário dirigido aos críticos:
Senhores e senhoras de "complexo inferior".... que raio de seres sois vós???
Sois seres humanos? animais inconscientes? ou simplesmente pobres diabos que vagueiam procurando respostas do vosso vazio???
a vossa vida baseia-se apenas a criticar e a invejar o próximo?
já alguma vez que nem por um minuto pararam para pensar que existe neste mundo problemas maiores para se preocuparem?? sabeis vós em que mundo vivem? ou são como burros com palas que vivem a olhar para frente e finalizar o dia
carregando palha para o vosso sustento...?
Qdo acordarem de manhã,lembrem se que vivem num mundo (e não numa pequena cidade ou vila) onde os os problemas criados pelo homem são muito maiores e estes mesmo precisam de mudanças.....
pobres de espírito.

Anónimo disse...

Qual é o mal de comentar a má formação dos funcionarios de determinado estabelecimento comercial??
Somos clientes, temos o poder de compra e quem vende serviços deve vende-los imparcialmente. Atender bem todos os clientes independetemente da sua endumentaria ou aspecto.

Em algumas lojas sao sim mal formadas e mal encaradas. So escapa a loja MD de homem. O atendimento masculino é mt melhor!
Alias, as mulheres por norma sao umas mal encaradas umas p as outras e isso reflecte-se ate neste tipo de coisas.

Um bom profissional deve, acima de tudo, prestar um bom serviço e sem fazer avaliaçoes de valor!!!

Anónimo disse...

Mas a Massimo Dutti é uma grande marca em q planeta??? So se for mesmo aqui em portugal.

A MD é uma zara c melhor aspecto nas lojas, pq de resto a roupa n presta!!
Marca para pobretanas.

Anónimo disse...

A Encaregada da massimo dutti que fica na Antonio Augusto de Aguir rouba que se farta. As amiguinhas de sempre não pagam as compras todas. È tipo levo 2 paga 1

Grande loja, so tenho pena de nao ser amiga da encarregada

Anónimo disse...

realmente é triste ter k ir as compras quase de terno e gravata só p sermos bem atendidos...a mim pessoalmente ja me aconteceu ir com a minha cunhada , e como ela é bastante descontraida nas roupas k usa ,os funcionarios da loja julgavam k ela estava a roubar e nao saiam "de cima de nos"acho lamentavel. quando é para se ir as compras vestir e despir roupa temos k usar roupa facil e uns sapatos bem confortaveis senao....

Anónimo disse...

Quem rouba são as próprias funcionárias.
As chefes. Já conhecem os cantos e as manhas das lojas.

Anónimo disse...

Parabéns ao blogger! De certeza que não pensou que o seu desabafo "desse pano para mangas". :)

Anónimo disse...

Viva a Massimo Dutti!!!!ehehe

Anónimo disse...

Fantástico este blog... parabéns! Para quem apenas procurava o site da MD, "perdi" cerca de uma hora a divertir-me imenso com os comentários aqui deixados (com imenso respeito por todas as opiniões manifestadas)... só um reparo a alguns colaboradores... tentem não manifestar junto do cliente, o mau humor que possa advir de um dia menos bom! Isso infelizmente, afasta o cliente de uma próxima visita à loja! Cumprimentos a todos os colaboradores e ex-coloboradores da MD ou de outra loja qualquer!

Anónimo disse...

Olá
Em primeiro lugar queria dizer que o que aqui estão a fazer estes pseudo exterminadores, não passa disso mesmo, uma tentativa de aniquilar uma profissional que não lhes deve ter dado o que pretendiam, provavelmente um desconto...
Estas pessoas, que dizem trabalhar no El Corte Inglês, e que conhecem tão bem o modus operandi para praticar roubo interno...é porque concerteza o fazem na própria loja aos seus Amigos... A INJUSTIÇA, O ACUSAR SEM PROVAS E ARBITRARIAMENTE UMA PESSOA, SEM A MESMA TER OPORTUNIDADE DE SE DEFENDER É LINCHAMENTO...E DEUS QUEIRA QUE ESTAS PESSOAS SEJAM CASTIGADAS NA SUA VIDA...
Cumprimentos
De Alguém que não sabe conviver com injustiças.

Anónimo disse...

eu fui a uma loja massivo dutti no algarveshopping e fui muito mal atendida por uma senhora que era chamada por "pilar", não sei se era cunha ou nome, mas essa senhora olhava para nós de cima abaixo e fazia caretas como se fossemos umas pobres, como obrigava-me a levar coisas que não queria, disse que eu era larga demais para um numero que me servia, e ainda por cima mandou o meu marido embora da loja por ele dizer que não gostou da blusa que tinha vestido. Acho muito mal, pois soube que essa senhora tinha imensas reclamações e que os chefes dela não faziam nada com isso, sabendo que se fossem outros colegas iam logo para a rua na primeira reclamação.

espero que alguém veja esta tristeza abraço Rute Reis

Anónimo disse...

antes de mais quero referir que adoro este post.já o sigo desde a sua publicação, e visito-o regularmente só para ler as opiniões e picardias que as pessoas por aqui escrevem

posto isto quero só referir que a massimo dutti está uma merda (perdoem-me a falta de subtileza)

por merda não me refiro ao atendimento, ou às lojas em si mas em quem nelas manda

a massimo dutti foi finalmente comprada em portugal pela inditex

e esses espanhois merdosos nao mais fazem do que estragar por completo o que outros se esforçaram por conseguir

mas há que dar credito a esses tais espanhois que na pele de cordeiros conseguem iludir as pessoas...


mas não duvidem nem por um segundo nos lobos ferozes que todos eles são

desde logo tenho a dizer que eles conseguiram abafar por completo este blogue...

antes bastava por no search do google massimo dutti que este post era o terceiro resultado que aparecia

agora esta completamente perdido por entre dezenas de paginas...


os espanhois sabem o que fazem e má publicidade era algo que lhes causa um imenso mau estar...

Anónimo disse...

Ja fecharam 2 lojas massimo dutti , e isto nao fica por aqui , e se o que o post anterior diz for verdade e a inditex andar a seguir este blog , algumas funcionarias e melhor mudarem o feitio e o modo de trabalhar , e acabarem com os cambalachos nas lojas , acho mal acusarem as pessoas de roubo e de favorecerem as amigas , vindo de 1 pessoa anonima , porque se essa pessoa for inocente , fica sempre a suspeita , e nunca + desaparece , mas tambem sei que em todas as lojas , e nao e so exclusivo da massimo dutti tem lojas com gerentes , subgerentes , caixeiras e vendedoras que estao nessa mesma loja a anos , e aquilo funciona como a mafia , tem o grupo da chefe , no qual estao incluidas as vendedoras chibas , que sao aquelas que quando chega 1 vendedora nova a loja se fazem logo de amigas , e ao fim de 1 dia ja te tratam por AMIGA , e depois tens 2 opçoes , ou entras no grupo da chefe se ela permitir , ou ficas posta de parte e es tratada abaixo de cao , se fores chiba vais fumar as vezes que te apetecer , agora façam bem as contas , 5 minutos ou 10 para ir fumar 1 cigarro , isso ao fim de 1 dia da 30 ou 4o minutos que elas ou eles nao trabalharam , nao estou a criticar quem fuma , agora falarem em injustiças , olhem-se bem ao espelho , dizem-se injustiçadas , coitadas , quando na verdade ja fizeram a vida negra a muitos e muitas , deus nao dorme , nem a inditex , ninguem tem o trabalho seguro ,a inditex nao quer saber se tens despesas , familia , so lhe interessa , se as lojas vendem , e se tens uns bons anos de casa , isso e a mesma coisa que teres 1 alvo pintado nas costas , as mulheres sao do piorio , o que e que se pode dizer de 1 animal que sangra 7 dias e nao morre , agora digam-me sinceramente se vale ou valeu a pena andar a sacrificar a saude , a fazer horas , para vir a inditex e lixar isto tudo

Anónimo disse...

Engraçado! E não é que o roubo continua na MD da Antonio augusto de Aguiar!
A chefe lá atina nos compadrios com as amigas. Quanto ao atendimento nada a dizer, até porque não dou sequer margem de manobra as funcionárias para que me atendam mal.

Sou aquele "amiguinha" que trabalha no Corte Inglês e sim, sei muito bem o que se passa nessa loja. No CI toda a gente sabe o que se passa.

Jose Magalhaes disse...

Em primeiro lugar julgo que deve ser empregado destas lojas. Em segundo cada pessoa tem direito a a exprimir-se. Em terceiro, só um idiota chama idiota aos outros numa situação destas. Baixa o nariz que está muito arrebitado.

Anónimo disse...

Como é que é possivel não estarem de olho na chefe/ encarregada da Massimo Dutti da António de Augusto Aguiar?? As amigas daquela tipa fazem o que querem.Levam duas peças pagam 1. Levam roupa emprestada.. para além de atenderem mal perseguem os clientes. Não admira que as vendas estejam a baixar. Trabalhei lá e sei como é.

Anónimo disse...

Grande filósofo!!!

Anónimo disse...

Os gajos que têm complexos de inferioridade são palhaços, faz sentido.

Anónimo disse...

Omg , fiquei tua fã! Devia haver mais pessoas como tu!

rafa disse...

Realmente quem se sente inferior por entrar numa loja supostamente "cara" não devia entrar. as pessoas que estão a atender nessas lojas ou em quaisquer outras não estão ali para julgar ninguém pelo seu aspecto ou forma de vestir mas para fazer o seu trabalho da melhor forma possível.

Felizmente que nem todas as pessoas são complexadas e se sentem mal por receberem um atendimento personalizado. E para alem do mais é extremamente gratificante para o verdadeiro vendedor ver o seu cliente sair da loja satisfeito e com um sorriso nos lábios convicto de que fez a melhor opção e não porque se sentiu envergonhado (por favor...) algumas pessoas deviam sentir-se mal por serem mal educadas e nem o bom dia ou o boa tarde retribuirem a´pessoa que esta li a trabalhar isso sim...

Anónimo disse...

Hahaha agora a Massimo Dutti é uma loja de roupa cara. Como me fazem rir, seus plebeus. Provavelmente o Frango da Guia também é um restaurante caro para esta gente.

Anónimo disse...

Que épic Win este comentário!!
Nem acredito que pesquisei 'massimo dutti emprego' e vim aqui parar xD
Estamos em 2015........ Isto é de 2009 lol

Anónimo disse...

Este tópico está prestes a deixar de ser épico e tornar-se lendário.

Agora mais a sério, qual é o ambientador que eles usam nas lojas? Adoro aquele cheiro...

Anónimo disse...

Ahaha isto é de mais , e já agora na Primark como se sente ? Secalhar ficara mais há vontade com certeza tudo ao molhe e fé em Deus. Quer ajuda ? Desenrasque-se ! Kiss